Internacional
26 Maio de 2022 | 15h41

União Africana prepara fundos próprios para ajuda humanitária

A Comissária da União Africana (UA) para a Agricultura e Economia Rural, Josefa Sacko, informou, esta quinta-feira, que a organização prepara a criação de um fundo próprio, para atender situações humanitárias nos países do continente.

O fundo, de acordo com a diplomata angolana ao serviço da UA, tem em vista apoiar camponeses e famílias, vítimas de eventuais calamidades naturais e catástrofes causadas pelas alterações climáticas.

"Estamos a trabalhar para consolidar um só fundo, ao invés de termos vários”, afirmou a comissária em declarações à imprensa, na capital da Guiné Equatorial.

Sublinhou o facto de a organização ter conseguido mobilizar 1.5 mil milhões de dólares para apoiar os camponeses e famílias africanas, face à subida dos preços do trigo e óleo alimentar no mercado internacional.

A diplomata considerou fundamental que a UA trabalhe com as agências humanitárias, a fim de se alcançar o que chamou "soberania alimentar no nosso continente”.

Sexta-feira (27), Malabo acolhe a Cimeira Humanitária e de Doadores, um evento que vai analisar a actual situação de África neste domínio.

Para sábado (28) está prevista, igualmente, em Malabo, a Conferência da UA sobre o Terrorismo e Mudança Inconstitucional de Governo em África.

O evento de sábado foi proposto pelo Presidente angolano, João Lourenço, numa cimeira da organização continental realizada em Fevereiro último, na Etiópia, tendo acolhido a aceitação das lideranças africanas.

Comissária da UA Economia Rural e Agricultura, Josefa Sacko © Fotografia por: Pedro Parente (Angop)

Fonte: ANGOP