Economia
24 Setembro de 2022 | 11h56

TAAG volta ao Soyo dois anos depois

Dois anos depois, a TAAG, transportadora aérea nacional, voltou esta sexta-feira a escalar o aeroporto Comandante Ndozi, na cidade do Soyo, província do Zaire.

As ligações comerciais entre Luanda e Soyo foram interrompidas em 2020 devido às medidas de restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

A TAAG passará a voar para o Soyo três vezes (2ª, 4ª e 6ª feiras) por semana com a aeronave DASH8Q400, com capacidade para 74 passageiros, sendo 64 para a classe económica e 10 para executiva.

O voo reinaugural desta sexta-feira transportou para o Soyo apenas oito passageiros, um número que o chefe de escala da TAAG na região, Victor Rufino, considerou muito reduzido devido à alegada falta de conhecimento por parte de muitos passageiros.

"Do Soyo para Luanda viajaram quatro passageiros”, acrescentou, afirmando que pode, nos próximos dias, vir a aumentar em função do trabalho de publicitação levada a cabo pela empresa.

O comandante da aeronave, Mário Lopes, disse que a viagem de Luanda para o Soyo foi tranquila e acredita no aumento do número de passageiros nos próximos dias.

"É normal que no primeiro dia haja um número reduzido de passageiros, tendo em conta o tempo em que os voos da TAAG deixaram de voar para o Soyo”, frisou.

Por sua vez, João Samuel, passageiro, considerou confortável a viagem de Luanda para o Soyo e disse esperar que a TAAG não venha a interromper as ligações comerciais entre as duas cidades.

Adelina Martins, também passageira, louvou a iniciativa da transportadora aérea nacional em retomar os voos para o município petrolífero do Soyo e destaca o atendimento prestado durante a viagem de aproximadamente 50 minutos.

O bilhete de passagem de Luanda para o Soyo e vice-versa custa 32 mil kwanzas.

Fonte: Angop