Sociedade
11 Agosto de 2022 | 13h12

SIC apreende 164 quilogramas de cocaina no Porto de Luanda

Cento e 64 quilogramas de cocaina foram apreendidos, na manhã desta quarta-feira, no Porto de Luanda, pelos agentes dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), em posse de dois libaneses.

A informação foi avançada à ANGOP por fonte desse órgão policial, salientando que os dois cidadãos implicados foram imediatamente detidos para ajudarem a esclarecer outras ocorrências nesse espaço e em outros.

Em conversa ao telefone, a referida autoridade explicou que a droga veio embutida em caixas de OMO e de frescos, tendo sido pesadas, na sequência, no Aeroporto Internacional de Luanda.

"No âmbito das nossas diligências, apreendemos, hoje, no Porto de Luanda, 164 quilogramas de coca, mas foram pesados aqui no AIL. O OMO foi a dissimulação entre as caixas de frescos, e  tem dois detidos libaneses", resumiu.

Recorda-se que há duas semanas, Alberto Matondo, 36 anos, e Patrick Capanga, 48, morreram, em Luanda, por terem ingerido cada mais de 100 cápsulas de cocaína que pretendiam transportar para Istambul, República da Turquia.

Segundo o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), superintendente Manuel Halaiwa, as duas mortes ocorreram de forma súbita, sendo que a primeira se deu no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, onde o cidadão Alberto Matondo caiu.

Explicou que a vítima, que residia há mais de três anos, em Istambul, morreu na zona dos restaurantes do Terminal de Embarque de Passageiros, numa altura em que decorria o check-in do voo TK-794, da Companhia Aérea Turkish Air Lines.

Por sua vez, o outro cidadão, identificado por Patrick Adilson Capanga, que pretendia seguir viagem para o mesmo destino também faleceu nas mesmas circunstâncias, num residencial, na Samba, onde esteve hospedado.