Sociedade
16 Agosto de 2022 | 15h10

Instituto Nacional da Habitação entrega edifício ao CNJ

Um edifício com 112 apartamentos foi entregue esta segunda-feira ao Conselho Nacional da Juventude (CNJ) pelo Instituto Nacional da Habitação (INH), no âmbito do programa de fomento habitacional do Executivo angolano.

Localizado na urbanização Vida Pacífica, no município de Viana, em Luanda, o edifício faz parte da retoma da entrega de habitações nesta centralidade, após três anos de interrupção devido a vandalização das moradias.

As moradias em causa fazem parte de oito edifícios, totalizando 869 apartamentos, que haviam sido vandalizados em 2019, durante o arresto pelo Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR, e que receberam obras de manutenção do seu mobiliário, redes técnicas de água, electricidade e drenagem.

Na ocasião, o vice-presidente do CNJ, Sebastião Maurício, disse tratar-se de um acto há muito aguardado e que demonstra a vontade do governo em satisfazer às necessidades dos jovens.

Segundo ele, as moradias serão entregues aos seus proprietários a partir de hoje, sendo que todos serão orientados a preservarem o património.

Sebastião Maurício acrescentou que o CNJ vai continuar a aguardar por mais moradias, pelo que apela aos jovens a acreditar nos esforços do governo de Angola.

Nessa urbanização, que regista um nível de vandalização mais acentuado, estão a ser reabilitados 21 edifícios - desses 10 de tipologia T3, que foram atribuídas ao Conselho Nacional da Juventude (CNJ) e 11 prédios de tipo T4 estarão disponíveis ao público, após conclusão das obras.

O Vida Pacifica consiste no desenvolvimento de uma nova urbanização para a localidade do Zango I, onde foram projectados 2.464 fogos habitacionais, distribuídos por 22 edifícios.

Fonte: Angop