Economia
05 Agosto de 2022 | 08h50

Trocas comerciais entre Angola e a China atingem 23,35 mil milhões de dólares

As trocas comerciais entre a China e Angola tiveram um crescimento de 42% em 2021, em termos homólogos, atingindo 23,35 mil milhões de dólares, segundo o embaixador chinês em Angola.

De acordo com Gong Tao, as trocas comerciais chegaram já aos 14,42 mil milhões de dólares no primeiro semestre deste ano, afirmando que o comércio se mantém a bom ritmo nos primeiros seis meses de 2022, com aumento homólogo de 33%, continuando a China a ser o principal parceiro económico de Angola.

Isenção de tarifas

O diplomata revelou também que está em negociação a isenção de tarifas alfandegárias para as exportações angolanas para a China, que são liderados pelo petróleo, seguindo-se as rochas ornamentais.

Segundo o embaixador, em Maio partiu para a China um cargueiro transportando 50.000 toneladas de granito tendo como destino a China, que importa também outros minerais, alumínios e cobre e produtos derivados.

Já do lado chinês são exportados electrodomésticos, máquinas e equipamentos, bem como veículos, com os carros chineses a terem boa aceitação no mercado angolano, disse Gong Tao citado esta quinta-feira pela Lusa.