Sociedade
18 Julho de 2022 | 14h38

Campanha nacional prevê vacinar mais de um milhão de crianças contra pólio e sarampo

Um total de 1.636.000 crianças, menores e cinco anos, das províncias do Bengo, Benguela, Bié, Cabinda, Cuanza-Norte, Cuanza-Sul, Uíge e Zaire, vai ser vacinada numa primeira fase contra o sarampo /rubéola, pólio e a administração de vitamina A de 22 a 31 do mês em curso.

A informação foi avançada, neste segunda-feira, na cidade de Caxito, província do Bengo, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, por ocasião do lançamento da Campanha Nacional de Vacinação contra pólio, Sarampo e rubéola e administração de Vitamina A.

Segundo Franco Mufinda, a segunda fase da campanha nas restantes dez províncias com baixa circulação do vírus do sarampo irá decorrer logo a seguir às eleições gerais, para quem está a ser assegurada a logística e os meios técnicos para intensificar a vacinação de rotina.

"O grupo-alvo para ambas fases da campanha são as crianças dos nove meses aos 5 anos de idade. Todas as crianças devem ser vacinadas, independentemente de terem já recebido doses anteriores destas vacinas, porque isto permite aumentarmos o nível imunitário da população no seu conjunto", disse o secretário de Estado", disse o secretário de Estado para a Saúde Pública.


Franco Mufinda sublinhou ainda que a imunização é uma das estratégias prioritárias para a redução da mortalidade infantil e o Estado angolano tem vindo a assegurar, desde a Independência Nacional, a vacinação de rotina e em campanhas, de todas as crianças.

Fonte: JA