Internacional
17 Junho de 2022 | 11h03

Kherson. Bebés nascidos após 24 de fevereiro vão ter cidadania russa

A medida inclui também as crianças órfãs.

Todos os bebés nascidos em Kherson, região ucraniana controlada pelas tropas russas, após o início da invasão russa da Ucrânia - a 24 de fevereiro - receberão automaticamente cidadania russa, segundo revelou Kirill Stremousov, vice-presidente da administração militar-civil imposta por Moscovo."As crianças nascidas após 24 de fevereiro na região de Kherson receberão automaticamente a cidadania da Federação Russa”, afirmou Stremousov à agência de notícias russa RIA Novosti. A medida inclui também as crianças órfãs.

Há cerca de uma semana, a Rússia entregou os primeiros passaportes aos habitantes da cidade. Segundo revelou a agência oficial TASS, 23 moradores de Kherson receberam, durante uma cerimónia, um passaporte russo, um "procedimento simplificado" só possível graças a um decreto assinado no final de maio pelo presidente russo, Vladimir Putin.

A guerra da Ucrânia já provocou, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a morte a 4.481 civis e deixou 5.565 feridas. 

Fonte: NM