Internacional
17 Junho de 2022 | 10h39

Cerca de 15 mil milionários preparam "êxodo" da Rússia, diz Reino Unido

De acordo com os serviços secretos britânicos, a Duma está a preparar um diploma que pune com até 20 anos de prisão os cidadãos russos que lutem contra a Rússia.


Os serviços secretos do Reino Unido informaram, esta sexta-feira, que cerca de 15 mil milionários estavam a tentar sair da Rússia, de acordo com os dados relativos aos pedidos de vistos.

De acordo com o relatório diário do ministério da Defesa britânica, estes residentes estarão a tentar sair devido à sua imposição à guerra ou como forma de evitar o impacto causado pelas sanções económicas impostas, maioritariamente, pela União Europeia, Estados Unidos e Reino Unido.

"O ceticismo em relação à guerra é, muito provavelmente, forte nas elites russas eoligarcas", escrevem os responsáveis, acrescentando que, se "este êxodo continuar, os danos a longo prazo na economia da Rússia vão piorar"Segundo o executivo do Reino Unido, também as demonstrações anti-guerra têm vindo a aumentar entre os cidadãos, apesar de as sondagens feitas pleo Kremlin demonstrarem o contrário.

"Alguns oficiais de altas patentes foram afastados depois de criticarem a guerra", lê-se no documento.

Para além das demonstrações de oposição à guerra serem agora punidas com pena de prisão de até 15 anos, fontes dos serviços secretos indicam que está a ser preparado pela Duma um diploma no qual esteja prevista uma pena de prisão de até 20 anos para cidadãos russos que lutem contra do lado ucraniano.

Fonte: NM