Internacional
08 Junho de 2022 | 14h25

Eleito o presidente da 77ª Sessão da Assembleia Geral da ONU

O diplomata húngaro Csaba Kőrösi foi eleito por aclamação terça-feira presidente da 77ª sessão da Assembleia Geral da ONU.

O embaixador Csaba Kőrösi, director de Sustentabilidade Ambiental do Gabinete do Presidente da Hungria, presidirá o principal órgão deliberativo e de formulação de políticas da ONU, a partir de Setembro.

No discurso após a eleição, prometeu fazer das 'soluções através da Solidariedade, Sustentabilidade e Ciência' o lema da 77ª sessão.

Destacou os "desafios ameaçadores” enfrentados pelos países, incluindo a escassez de alimentos e energia, mas também a dívida, emergência climática, perda da biodiversidade e necessidades humanitárias e de protecção urgentes.

O presidente da 77ª sessão delineou prioridades para enfrentar os complexos desafios globais, ao mesmo tempo em que defende os principais pilares da paz e segurança, direitos humanos e desenvolvimento sustentável da ONU.

Reflectindo sobre a fundação da ONU, lembrou que há 77 anos os Estados-membros mostraram que a paz duradoura pode ser construída sobre as cinzas da guerra.

"Precisamos da mesma determinação hoje para enfrentar os desafios que ameaçam a paz e a segurança internacionais, bem como o nosso futuro sustentável neste planeta”, disse.

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, felicitou o presidente-eleito e destacou o papel crítico da Assembleia Geral num mundo em perigo.

Segundo António Guterres, o embaixador Kőrösi traz uma ampla perspectiva para o cargo, uma familiaridade com as Nações Unidas, experiência em sustentabilidade ambiental e firme compromisso com a acção multilateral. 

Por seu turno, o presidente-cessante da Assembleia Geral, Abdulla Shahid, expressou disposição em apoiar totalmente o seu sucessor, acrescentando que o engajamento em direcção a uma transição suave já começou.

Elogiou os quase 40 anos de diplomacia de Kőrösi, inclusive servindo como representante permanente da Hungria na ONU, em Nova Iorque e, mais recentemente, o seu mandato como vice-secretário de Estado responsável pela Política de Segurança, Diplomacia Multilateral e Direitos Humanos.

Abdulla Shahid referiu-se também do trabalho ainda a ser levado a cabo na Assembleia Geral antes de deixar o cargo, incluindo acções no processo de acompanhamento da "Agenda Comum - relatório da ONU sobre o futuro da colaboração global”.

Na sessão, foram eleitos os novos vice-presidentes para a 77ª sessão, nomeadamente, Austrália, Benin, Burundi, Chile, El Salvador, Israel, Jamaica, Quénia, Malásia, Mauritânia, Nepal, Níger, Tajiquistão, Turcomenistão, Vietname e Zimbabwe.

Belize terá o primeiro assento na 77ª sessão da Assembleia Geral, após ser sorteado pelo Secretário-Geral. 

A eleição do presidente da Assembleia Geral obedece a rotação regional estabelecida, cabendo desta vez ao Grupo de Estados do Leste Europeu.

Ainda terça-feira, foram eleitos os presidentes da 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e a 6ª Comissões de trabalho e os seus coadjutores, para a 77ª sessão da Assembleia Geral. Moçambique presidirá a 6ª Comissão (jurídico).

Fonte: JA