Política
07 Junho de 2022 | 10h09

Angola e África do Sul analisam relações

Delegações multissectoriais de Angola e da África do Sul analisaram, ontem, durante uma reunião, dentre outros assuntos, o nível das relações bilaterais entre os dois Estados membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), segundo um comunicado de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, divulgado em Luanda.

As delegações de parte a parte foram chefiadas por Domingos Custódio Vieira Lopes, secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, e Candith Mashego Dlamini, vice-ministra das  Relações Internacionais e Cooperação da República da África do Sul.

Em quase duas horas, as equipas analisaram o ponto de situação dos instrumentos jurídicos, a cooperação no domínio do Turismo e Ambiente, além da possibilidade da realizaçäo de consultas diplomáticas entre os ministro das Relações Exteriores, Téte António, e a sua homóloga sul-africana, Naledi Pandor.

Ao endereçar as palavras de boas-vindas à delegação visitante, o secretário de Estado Domingos Vieira Lopes disse que se pode afirmar, de forma inequívoca, que as relações entre Angola e a África do Sul estão bastante consolidadas, facto que permitiu a assinatura de diversos instrumentos jurídicos nas distintas áreas, com destaque para o sector da Defesa, Saúde, Educação, Ensino Superior, Agricultura e Pescas, Indústria e Comércio, Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Urbanismo e Construção.

Ainda de acordo com o chefe da delegação angolana ao encontro de ontem, a implementação dos vários instrumentos jurídicos existentes entre os dois países imprimiu uma nova dinâmica na cooperação entre os dois Estados, concretamente no processo de desenvolvimento das áreas de interesse mútuo, indispensáveis para o aprofundamento das linhas gerais de intercâmbio.

O Estado angolano, segundo Domingos Vieira Lopes, está disposto em continuar a empreender esforços para aprofundar cada vez mais as relações com a África do Sul, através da implementação de outros instrumentos jurídicos assinados entre as partes, bem como a reactivação dos acordos existentes, de modo a avaliar a pertinência em tempos hodiernos.

Na reunião bilateral da última segunda-feira, as delegações passaram em revista o ponto de situação sobre a comunidade angolana residente na África do Sul e o exercício do direito de voto.

A reactivação do Acordo de Geminação entre as províncias de Mpumalanga e Cuando Cubango, assim como a exploração de oportunidades e perspectivas de cooperação nas áreas da Agricultura e Pecuária, Energia, Processamento de Alimentos, Protecção do Ecossistema, Vida Animal e Vegetal estiveram também em debate.

Além do Ministério das Relações Exteriores, a delegação multissectorial angolana esteve composta por altos representantes dos ministérios da Defesa e Veteranos da Pátria, Saúde, Cultura, Turismo e Ambiente, Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Administração do Território, Justiça e  Direitos Humanos, Indústria e Comércio.

Fonte: JA