Política
19 Maio de 2022 | 14h11

FAA destroem mais de 13 toneladas de engenhos explosivos no Cuando Cubango

Mais de treze toneladas de engenhos explosivos não detonados de diversos calibres foram destruídos, na aldeia de Fio, 70 quilómetros a norte da cidade de Menongue, capital do Cuando Cubango, pela brigada de desminagem das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Em declarações quarta-feira, à ANGOP, o chefe de repartição de engenharia e infra-estrutura do Comando da V Divisão de Infantaria das FAA, tenente-coronel Carlos Domingos Muanza, informou que dos engenhos destruídos constam projécteis de vários calibres, minas anti-tanque, anti-pessoal e várias cabeças combativas.

O oficial informou que o processo, que clarificou centenas de áreas, foi desenvolvido por quatro brigadas do batalhão de desminagem de engenharia e sapadores da V Divisão de Infantaria.

Disse que hoje a população da aldeia do Fio pode circular com segurança e desenvolver outras actividades nas áreas clarificadas.

O director do gabinete da Agricultura no Cuando Cubango, António Pereira Vicente, enalteceu a iniciativa da brigada das FAA ao clarificar centenas de áreas agricultáveis na sua área de jurisdição, o que vai incentivar as famílias camponesas a alargar as zonas de cultivo.

Na província do Cuando Cubango decorrem activiades de desminagem nos municípios do Cuito Cuanavale, Mavinga e Cuangar, numa acção conjunta com as brigadas das FAA e a ONG The Halo Trust.

© Fotografia por: DW (Divulgação)

Fonte: ANGOP