Internacional
16 Maio de 2022 | 15h51

Presidente moçambicano lamenta morte do homólogo dos EAU

O Presidente moçambicano, Fiipe Nyusi, manifestou hoje pesar pela morte do seu homólogo dos Emirados Árabes Unidos (EAU), Khalifa Bin Zayed Al Nahyan, no dia 13, segundo a Presidência moçambicana.

Foi com profunda consternação que tomei conhecimento da morte de Sua Alteza xeque Khalifa Bin Zayed Al Nahyan, Presidente dos Emirados Árabes Unidos, e apresento ao príncipe herdeiro de Abu Dabi, Sua Alteza Mohammed Bin Zayed Al Nahyan, protestos de mais elevada consideração e estima", lê-se na carta.

Filipe Nyusi assinala na mensagem "as tradicionais relações de amizade e cooperação que ambos os países desfrutam".

O Presidente dos EAU, que liderou a profunda transformação económica do país nas últimas décadas, tornando a nação numa das mais prósperas do Médio Oriente, morreu aos 73 anos, vítima de doença.

 

Fonte: NM