Economia
10 Maio de 2022 | 13h21

Boeing alugado da TAAG concluiu certificação em Cabo Verde

A Agência de Aviação Civil (AAC) de Cabo Verde anunciou que concluiu a certificação do Boeing 737-700 cedido em regime de leasing pela companhia TAAG à companhia aérea cabo-verdiana TACV, que também renovou o Certificado de Operador Aéreo (AOC).

Em comunicado, aquela agência explica que na sequência da renovação do AOC dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), concluída em final de Abril, uma equipa de inspectores da AAC supervisionou em 8 de Maio o voo de demonstração do Boeing 737-700 de matrícula cabo-verdiana, D4-CCI, propriedade da companhia angolana e desde 14 de Março em Cabo Verde.

Acrescenta que este voo "é uma exigência legal que ocorre quando se introduz um novo tipo de aparelho na frota de uma transportadora aérea, antes do início das operações” e que neste caso o aparelho "recebeu o registo nacional” e foi adicionado às Especificações de Operações, "que é parte integrante do Certificado de Operador Aéreo”.

"Este facto permite a plena exploração do aparelho pela companhia nacional, com tripulações de voo, de cabine e de manutenção com licença cabo-verdiana”, refere ainda a AAC, acrescentando que já em 3 de Maio foi avaliada a capacidade de retirada de passageiros em situações de emergência em terra e no mar, no âmbito do processo de certificação.

"Refira-se que a certificação do Boeing 737-700, matrícula D4-CCI e a renovação do Certificado de Operador Aéreo (AOC) aconteceram em finais de Abril último”, lê-se ainda na informação da AAC.

Fonte: JA