Economia
25 Abril de 2022 | 11h50

BAD disponibiliza 9,8 milhões para empresas do continente

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai destinar quase 10 milhões de euros para apoiar investimentos em empresas tecnológicas africanas, em conjunto com a União Europeia (UE) e com a Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico (OACPS).

Um comunicado do BAD indica que "o Conselho de Administração do BAD aprovou um investimento de capital de 9,8 milhões de euros, para apoiar os investimentos em capital de risco em start-ups africanas, desde a fase de criação até ao crescimento”.


Deste investimento, "sete milhões de euros virão do banco e os adicionais 2,8 milhões de euros representam fundos fornecidos pela União Europeia através de uma parceria com a Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico”.


O investimento vai ajudar o Fundo de Inovação e Investimento Cathay-AfricInvest a garantir 110 milhões de euros para investir em 20 iniciativas tecnológicas em toda a África Subsaariana, que se vão focar nas áreas de inclusão financeira, retalho e plataformas logísticas.


"A aprovação do banco é mais um marco na implementação do programa Boost África e da sua parceria com a UE, a OACPS e o Banco Europeu de Investimento”, disse o director do BAD para o Desenvolvimento do Sector Financeiro, Stefan Nalletamby, acrescentando que "isto sinaliza a importância dada aos empreendedores que beneficiam da tecnologia para garantir um rápido crescimento no continente e o papel fundamental da AfricInvest e da Cathay Innovation no apoio a este segmento de negócio”.

De acordo com o comunicado, o investimento do banco deve acelerar a criação de uma nova classe de empresários africanos de sucesso, que vão servir de modelo para os inovadores mais jovens.

Fonte: JA