Economia
25 Abril de 2022 | 08h56

SME arrecada mais de 12 milhões de kwanzas

Um total de 12.097.863,00 (doze milhões, noventa e sete mil, oitocentos e sessenta e três kwanzas) foi arrecadado pelo Serviço de Migração Estrangeiros (SME), na província do Bengo, desde Abril de 2021 ao mesmo período de 2022, revelou, há dias, em Caxito, o director provincial do referido órgão do Ministério do Interior.

O seu director, comissário Carlos Cortês, que falava durante as comemorações do 47º ano de existência da instituição, assinalados a 19 de Abril, assegurou que o dinheiro arrecadado resulta da aplicação de 53 multas por infracções migratórias, cometidas durante o período em análise.

 Sublinhou que neste período foram interpelados e detidos 197 cidadãos, dos quais 124 estrangeiros, com realce para congoleses democratas em situação migratória ilegal, e 73 angolanos, supostamente implicados no crime de auxílio à imigração ilegal.


 Segundo o director do SME no Bengo, pelo menos 77 cidadãos foram postos em liberdade, e procedeu-se ao encaminhamento de 112 imigrantes ilegais ao SME da província do Zaire, a fim de serem repatriados.


 Carlos Cortês avançou que, durante o período, foram emitidos 193 passaportes, dentre os quais 149 ordinários e cinco de serviço, e emitidos 764 vistos diversos. O director do SME no Bengo afirmou que a província continua a ser palco de entrada e refúgio de estrangeiros, tendo defendido o aumento do número de efectivos e de meios de trabalho.


 Realçou que só assim será possível controlar os fluxos migratórios, usando métodos eficazes que facilitam a preservação e combate à imigração ilegal, que constitui ameaça à segurança nacional. Garantiu que o órgão que dirige vai continuar a realizar micro-operações.

Fonte: JA