Tecnologia
03 Março de 2022 | 08h41

Spotify fecha escritório na Rússia como resposta à invasão da Ucrânia

A plataforma de streaming sueca Spotify anunciou ter encerrado o seu escritório na Rússia como resposta à invasão da Ucrânia, avança a Reuters.

Recorde-se que a legislação imposta em julho de 2021 por Vladimir Putin, presidente russo, determina que as empresas estrangeiras na área das redes sociais que tenham mais do que 500 mil utilizadores diários são obrigadas a abrir escritórios na Rússia, estando sujeitas a restrições. Ainda assim, apenas algumas empresas o fizeram, incluindo a plataforma de streaming que, agora, se retirará do país.

"A nossa prioridade nesta última semana tem sido a segurança dos nossos funcionários, e assegurar que o Spotify continua a atuar como uma importante fonte de notícias internacionais e regionais, num momento em que o acesso à informação é mais importante do que nunca", justifica a entidade.

A empresa terá também revisto milhares de conteúdos desde o início do conflito, restringindo os programas da comunicação social estatal da Rússia. Na verdade, a plataforma removeu todos os conteúdos dos jornais russos RT e Sputnik na União Europeia e nos Estados Unidos, seguindo os passos da empresa tecnológica Meta.

Num ato de generosidade, o Spotify revelou que irá duplicar todas as doações dos seus funcionários que se destinem ao apoio humanitário.

Fonte: NM