Sociedade
15 Janeiro de 2022 | 09h56

Taxistas entregam caderno reivindicativo na segunda-feira

As associações de taxistas, sedeadas na província de Luanda, entregam formalmente, na próxima segunda-feira, o seu caderno reivindicativo ao Governo da Província de Luanda (GPL).

A decisão saiu de um encontro realizado hoje, sexta-feira, no GPL sob orientação da governadora Ana Paula de Carvalho, onde ficou esclarecido que os taxistas não chegaram a entregar formalmente um caderno reivindicativo, mas sempre trataram o assunto de forma verbal.

Durante a reunião, a governadora Ana Paula de Carvalho apelou os líderes dos taxistas para continuarem a dialogar com os associados, no sentido de evitar que actos de vandalismo voltem a acontecer

Segundo a dirigente, os actos de vandalismo, fruto da paralisação do serviço de táxi, na passada segunda-feira, deram uma péssima imagem à cidade em desenvolvimento.

Em declarações à imprensa, o director de Tráfego e Mobilidade do GPL, Filipe Cumandala, disse que os representantes das associações dos taxistas, de forma verbal, apresentaram no seu gabinete algumas preocupações, mas em nenhum momento levaram um caderno reivindicativo ou manifestaram a intenção de paralisação, tendo se apercebido do anúncio da greve nas redes sociais.

Com o levantamento da greve, de acordo com o responsável, estão criadas as condições para o diálogo, no sentido de solucionarem os problemas da responsabilidade do Governo provincial.

Filipe Cumandala precisou que estão em curso contactos com o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) e a Polícia Nacional (PN) para a solução das inquietações dos taxistas.

Fonte: ANGOP