Sociedade
11 Janeiro de 2022 | 11h33

“Falta de consideração pelo país”

Para o secretário de Estado dos Transportes, a paralisação dos serviços de táxi “demonstra falta de consideração pelo país”, após associações dos taxistas terem estado ausentes da reunião com a Comissão Multissectorial para a Prevenção e Combate à Covid -19, que serviria para abordar os pontos constantes do caderno reivindicativo.

Em declarações à Rádio Luanda, Jorge Bengue disse ser "muito triste e nada bom esse tipo de comportamento, por parte de associações maioritariamente jovem, cuja atitude está a prejudicar uma franja muito grande da sociedade e bem-disposta para trabalhar”.

Na reunião, disse, foram discutidas as principais preocupações das três associações de taxistas (ATA, ATL e ANATA). "Há algumas acções que levam algum tempo para materialização e não é de um dia para o outro que se arranjam estradas e se resolvem determinados problemas”, afirmou.

Jorge Bengue apelou aos taxistas, enquanto cidadãos, a olharem para os constrangimentos da paralisação de forma responsável, a rever a posição de manterem a greve, a respeitarem as instituições do Estado e a dialogarem com o Governo.

Fonte: JA