COVID-19
28 Dezembro de 2021 | 10h02

Famílias inteiras testam positivo

Angola tem disponíveis dez mil testes para o rastreio em massa do vírus Sars-Cov2, para aferir o nível de contágio da doença, que nos últimos dias registou um crescimento exponencial de casos positivos.

De acordo com a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, no primeiro dia de rastreio, famílias inteiras testaram positivo à Covid-19, situação que atribui ao cumprimento das medidas de prevenção, principalmente durante o Natal.


Em função disso, a ministra aconselhou as famílias a manterem as medidas de prevenção para se evitar o aumento de casos.
A campanha realizou-se ontem no Largo das Escolas, Mutamba e junto ao Hospital Josina Machel, em Luanda. O objectivo é recolher dados sobre o nível de contágio da doença, desde os assintomáticos, pessoas já vacinadas que testaram positivo, entre outros resultados. A testagem prossegue hoje, nos mercados de Catinton e do Quilómetro 30.


"A testagem é gratuita. Depois definir-se-á outros pontos", disse a ministra, referindo que a redução da força de trabalho visa, principalmente, evitar a mobilidade das pessoas e cortar a cadeia de transmissão do vírus, sendo por isso necessário o cumprimento das medidas e o distanciamento físico.