Cultura
03 Dezembro de 2021 | 15h43

Vida e obra do escritor José Mena Abrantes apresentada em conferência

A Academia Angolana de Letras realizou nesta quinta-feira, 2 de Dezembro, mais uma conferência ZOO do ciclo de Novembro, intitulada vida e obra de Mena Abrantes, sob moderação de Adriano Mixinge, tendo sido registada a participação de renomados acadêmicos e investigadores de Angola, Brasil e Portugal.

O escrito, jornalista e actor de Teatro José Mena Abrantes, natural de Malange falou do seu percurso académico, literário e dramatúrgico em Angola e alguns países europeus,  onde viveu (com destaque para Alemanha).


Um dos pontos altos da conferência esteve relacionado com a apresentação de elementos da história da Agência Angola Press-Angop, de que é co-fundador e chegou a ser Director depois de ter chefiado a redação.


No que a literatura diz respeito, Mena Abrantes destacou-se mais no teatro, com q criação dos grupos Tchiguanji, Xilenga e Elinga o último dos quais dirige até esta altura. 


Deu conta que,  nas suas  peças,  utilizava  personagens históricos com ficção à mistura e histórias tradicionais fazendo também recursos a temas da actualidade social.


Autor de 15 peças de teatro e 9 outos livros de ficção, poesia e ensaio, o homenageado do dia é membro da União

dos Escritores Angolanos e membro fundador da Academia Angolana de Letras. 


Mena Abrantes, recebeu vários prêmios com destaque para o prêmio Sonangol de literatura. Tem dois livros no prelo, nomeadamente a cerca do teatro em Angola e a cerca do teatro no mundo. 


A próxima conversa da Academia à quinta-feira, agendada para o dia 9 de Dezembro, a partir das 19 horas, 

Sob moderação historiador e crítico de arte Adriano Mixinge, trará o e escritor Jacques dos Santos, que falará sobre a sua vida e obra.