Cultura
20 Novembro de 2021 | 09h38

Eduardo Paim destaca em conferência a importância da Cabine Técnica número 1 da RNA”CT1”na cultura angolana

A Academia Angolana de Letras realizou na quinta-feira, dia 18 de Novembro, mais uma conferência ZOOM do ciclo de Novembro, intitulada vida e obra de Eduardo Paim, sob moderação de Yuri Simão, tendo sido registada a participação de renomados acadêmicos e investigadores de Angola, Brasil e Portugal.

Neste mês, as conversas da academia a Quinta-feira, aberto a todo o público interessado, são dedicadas aos letristas. Coube a vez ao instrumentista, guitarrista, compositor e intérprete angolano Eduardo Paim, que narrou a sua trajetória artística, tendo destacado a importância da Cabine  Técnica número 1 da Rádio Nacional de Angola, a conhecida CT1.


"A CT1 merecia um prêmio. Foi o viveiro do melhor que há na música angolana; um verdadeiro patrimônio cultural. A CT1 já merecia uma grande homenagem”, sublinhou Eduardo Paim, apoiado por outros participantes da preleção 


O músico, que já exerceu grande preponderância no circuito musical angolano na década de 1980 e que afastou a hipótese de se sentir como um ente político ("a política não me fascina”), referiu durante a conferência que a CT1 tem uma importância capital na vida cultural sobretudo musical de Angola. 


"O som é uma ciência muito bonita. Queima sabe interpretar as máquinas,  a tecnologia e os equipamentos musicais  consegue navegar em qualquer estúdio do mundo. E eu, sou o que sou graças a CT1” acrescentou.


Eduardo Paim, cuja composição musical amadureceu nas experiências com o público e no dia-a dia, cantando o quotidiano e os males da nossa sociedade, garantiu que fica mais fácil conviver com a dor e nos divertimos com ela.


O músico, falou também da sua relação com o estilo kizomba, tendo declarado que não o inventou. Disse que apenas o desenvolveu, com base em fusões da explosão musical que existia na época.


A próxima conversa da Academia a Quinta-feira, agendada para o dia 25 de Novembro, sob moderação do empresário e agente cultural Yuri Simão, a partir das 19 horas, trará o letrista, compositor e intérprete Yannick Afroman que falará sobre sua vida e obra.