Sociedade
11 Outubro de 2021 | 16h48

SIC desmantela rede de prostituição no Bengo

Uma rede de prostituição que actuava nas localidades do Panguila e Barra do Dande, na província do Bengo, foi desmantelada pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

A rede de prostituição trabalhava sob disfarce da empresa Lilmurah, que comercializa chás para o tratamento de impotência sexual, e o "modus operandi” era a criação de falsos perfis de raparigas nas redes sociais e, por trás, desenvolver a prostituição.

O porta-voz do SIC no Bengo, Peterson Cassule, explicou que foram detidas três jovens que supostamente pertencente a rede e que o seu desmantelamento foi graças a denúncia de uma vítima, que após recorrer aos serviços das jovens, por intermédio das redes sociais, foi drogado e roubado os seus pertences.

O SIC esclareceu que foi detido um cidadão de 23 anos de idade acusado de raptar e abusar sexualmente uma menor de quatro anos de idade, na Açucareira, município do Dande.

No âmbito das operações policiais foram ainda detidos oito cidadãos acusados na prática dos crimes de roubo, furto, tráfico de estupefaciente (liamba) e agressão contra integridade física.

O SIC apreendeu três armas de fogo de tipo AKM, diversos electrodomésticos, 30 quilogramas de liamba, quatro telefones digitais e 10 mil kwanzas.

O porta-voz assegurou que o SIC no Bengo continuará o combate ao crime e apelou a população a denunciar as acções suspeitas na comunidade.

Fonte: ANGOP