Curiosidades
12 Agosto de 2021 | 11h25

Um dos principais efeitos da vitamina K no coração

Os alimentos ricos em vitamina K incluem vegetais como couve, acelga, espinafres, nabo, brócolos, couve de bruxelas, couve-flor, repolho, ovos, peixe, entre outros.

Um estudo da Edith Cowan University sugere que comer alimentos ricos em vitamina K pode reduzir o risco de doenças cardíacas causadas pela aterosclerose - acumulação de placas dentro das paredes das artérias. Os alimentos ricos em vitamina K incluem vegetais como couve, acelga, espinafres, nabo, brócolos, couve de bruxelas, couve-flor, repolho, ovos, peixe, entre outros.

Como explica a Eat This, Not That!, depois de examinarem os dados de mais de 50 mil pessoas que participaram do Estudo Dinamarquês sobre Dieta, Cancro e Saúde durante um período de 23 anos, os investigadores exploraram o impacto dos alimentos ricos em vitamina K na redução do risco de aterosclerose.

Aqueles com maior ingestão de vitamina K1 - que é encontrada principalmente em vegetais de folhas verdes e óleos vegetais - tinham 21% menos probabilidade de serem hospitalizados devido a doenças cardíacas causadas pela aterosclerose. Aqueles que tinham taxas de consumo mais altas de vitamina K2 - encontrada em ovos, alimentos fermentados e carne - tinham 14% menos probabilidade de serem hospitalizados.

Mas não ficamos por aqui. Segundo os investigadores, uma maior ingestão de alimentos ricos em vitamina K levou a um risco menor de todos os tipos de doenças cardíacas causadas pela aterosclerose, especialmente doença arterial periférica em 34%.

 

Autor: JAS

Fonte: NM