Tecnologia
10 Agosto de 2021 | 08h59

Ministro reafirma revisão do Código Postal

O governo angolano trabalha no novo quadro do código postal para responder, no mais curto espaço de tempo, aos cidadãos com capacidade de desenvolver o serviço electrónico, numa altura em que a Covid-19 acelera essa necessidade tecnológica.

Segundo o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, que falava, esta segunda-feira, à margem do 27º Congresso da União Postal Universal (UPU), em Abidjan (Côte d’Ivoire), a Covid-19 mostra a necessidade de cada vez mais melhorar-se e aprimorar-se as condições técnicas deste serviço universal e "de grande impacto para Angola”.

Para Manuel Homem, trata-se de uma "ferramenta extremamente importante no comércio electrónico” e crê em "desafios particulares que têm a ver com a modernização da própria infra-estrutura dos serviços postais, mas também da melhoria do ambiente legislativo para que o país possa estar melhor”.

Em representação do Presidente da República, João Lourenço, na cerimónia de abertura do evento, o governante justificou que os desafios da modernização do serviço postal ganham outra dinâmica, com o advento das novas tecnologias, o que muda o seu carácter e a forma de funcionar, tornando o comércio electrónico em uma realidade.

"Precisamos massificar, continuar a transformar as condições para que os serviços postais nacionais possam responder a essa necessidade”, disse o ministro no palco das discussões dos caminhos da digitalização dos serviços postais e do desenvolvimento do comércio electrónico (e-commerce).

De acordo com o governante, este evento é uma oportunidade em que os países discutem a estratégia que o mundo deverá seguir na componente da modernização e da digitalização dos serviços postais.

"O nosso país, não podendo ficar de parte desta estratégia, enquanto membro da UPU, está aqui e acreditamos que as orientações estratégicas saídas daqui e a declaração permitirá que todos possamos caminhar rumo à modernização que pretendemos”, enfatizou.

Actualmente, a inexistência do código postal torna virtualmente complexa a entrega ao domicílio de encomendas postais, pelo que a proposta em estudo prevê a melhoria da facilitação das recepções, com a introdução do Código de Endereçamento Postal (CEP), capaz de permitir tratamento mecanizado e electrónico na expedição, maior rapidez, fiabilidade e credibilidade.

Com o futuro código postal nacional, poder-se-á acabar com a tarefa dos carteiros que entregam correio ao domicílio com base em referências de diferentes toponímias, por haver ainda ruas sem nome e residências sem numeração, o que faz com que as pessoas deixem o contacto telefónico e quando a encomenda chega a central postal liga.

O país é membro da União Postal Universal desde 3 de Março de 1977.

A UPU é uma agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU), que coordena políticas e serviços postais entre as Nações e o sistema postal internacional. Foi estabelecida pelo Tratado de Berna de 1874.

A União Postal Universal coordena as políticas e serviços postais entre as nações e o sistema postal internacional.


Fonte: Angop