Tecnologia
14 Julho de 2021 | 17h38

Facebook despediu 52 funcionários apanhados a 'espiar' utilizadores

O Facebook despediu 52 funcionários por terem usado o seu direito de acesso aos dados dos utilizadores da rede social para obterem informações de interesse pessoal.

Em causa estão sobretudo homens, que terão beneficiado da sua posição para obter dados de localização de mulheres pelas quais estavam interessados.

Segundo o The Telegraph, os visados são na maioria  engenheiros da empresa que terão também tido acesso a mensagens privadas de utilizadores, fotos apagadas e muito mais.

Num dos casos, um dos homens estaria numa relação com uma mulher que lhe pediu para se afastarem durante um período e terá ido de férias. O homem recorreu à sua função na empresa para descobrir a localização da mulher e terá com essa informação ido ao seu encontro.

O despedimento destas 52 pessoas aconteceu entre 2014 e 2015, sendo que o chefe de segurança Alex Stamos alertou que muitos outros funcionários da empresa poderão ter feito o mesmo.

Fonte: TECH